Em Vermelho Russo, filme que chega aos cinemas nesta quinta, duas atrizes vão até Moscou para estudar a tradicional escola soviética de teatro. A história é inspirada no diário de viagem que Martha Norwill escreveu quando fez a viagem com sua amiga, Maria Manoella.

O diretor Charly Braun e a dupla de atrizes falaram ao TelaTela sobre o longa, que brinca com os limites entre ficção e realidade além de mostrar de forma crua e sensível a amizade entre as protagonistas. Assista a entrevista:

Comentários

comentários