A lista dos nove finalistas ao Oscar de melhor filme estrangeiro só será divulgada em início de dezembro, mas a campanha de Que Horas Ela Volta? já está aquecida. No dia 18 de outubro (domingo), a diretora Anna Muylaert participa em Los Angeles de uma sessão do longa para os jurados do Globo de Ouro (prêmio dado pela imprensa internacional).

Para ciceronear os convidados, a diretora conta com uma ajuda valiosa: a do ator Rodrigo Santoro, que irá apresentar o filme e receber com ela os jurados para a sessão no ICM Screening Room. Depois, haverá um debate e um jantar, cujo cardápio será comida baiana.

O filme é muito bom e estou sendo seu cicerone porque acredito em seu potencial
— Rodrigo Santoro
De passagem pelo Rio de Janeiro, onde exibe no sábado, dia 10, seu novo longa, Os 33 (de Patricia Riggen, com Juliette Binoche e Antonio Banderas), Santoro contou ao TelaTela que ficou feliz em poder colaborar para a campanha do filme. “Assisti em uma sessão com o público, em Los Angeles, e adorei. O filme é muito bom e estou sendo seu cicerone porque acredito em seu potencial”, contou o ator.

Além de Santoro, para mobilizar a opinião pública e a da imprensa internacional baseada em Los Angeles, Anna conta também com um reforço de peso, a PR, divulgadora e estrategista Fredel Pogodin. “Ela foi indicada e apresentada a mim por uma jornalista sérvia que conheci no Festival de Sarajevo. Vendo o caráter do feminino, das personagens e das questões do filme, ela me disse que tinha a pessoa certa para nos ajudar na campanha”, contou Anna ao TelaTela.

Rodrigo Santoro, em cena do longa 'Os 33', que ele apresenta no Festival do Rio. "'Que Horas Ela Volta?' é muito bom e estou sendo seu cicerone porque acredito em seu potencial", declarou o ator.
Rodrigo Santoro, em cena do longa ‘Os 33’, que apresenta no Festival do Rio

“E ela tinha razão. Fredel é um trator! Ela organizou tudo. Eu vou literalmente só para apresentar”, informou Anna, que, desta vez, viaja sem a companhia do produtor Fabiano Gullane (da Gullane Filmes). “Fredel explicou que, por ora, não preciso ir mais do que esta vez. Se o filme for um dos finalistas, aí a estratégia avança e volto a Los Angeles talvez em dezembro ou janeiro”, explicou a diretora.

Eu não sou de fantasiar. Vamos indo em frente e focando no fato concreto, que será agora esta sessão para convidados
— Anna Muylaert
Quando soube que Fredel estava à frente da campanha do longa, a crítica Ana Maria Bahiana, baseada em Los Angeles, postou em eu Twitter: “Notícia boa! A Que Horas Ela Volta? está nas mãos de uma das divulgadoras mais competentes de LA. Assim dá gosto!”

A divulgadora já cuidou da campanha de longas como Ida (vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2015), O Filho da Noiva, Amor à da Pele, Azul é a Cor Mais Quente, O Crime do Padre Amaro, o brasileiro Olga (em 2004), entre outros. Dos cerca de 100 filmes que já apostou, conseguiu emplacar 40 entre os finalistas para o prêmio de melhor filme estrangeiro.

Segundo ela, Que Horas Ela Volta? tem chances concretas de estar na lista dos cinco finalistas da categoria. “Ela disse que só aposta em filmes em que realmente acredita. E, se está cuidando do nosso, é porque de fato vê que tem potencial”, comentou Anna.

Que Horas Ela Volta? tem pela frente concorrentes fortes como o argentino O Clã (de Pablo Trapero) e o húngaro Son of Saul (O Filho de Saul), que levou o Grande Prêmio do Júri no festival de Cannes este ano e tem sido apontado como o mais provável candidato a levar a estatueta para casa em 2016. “Eu não sou de fantasiar. Vamos indo em frente e focando no fato concreto, que será agora esta sessão para convidados”, pondera Anna, que para organizar, ao lado de Fredel, a sessão especial, contou também com a Gullane Filmes (produtora do longa), a Ancine e a distribuidora do filme nos Estados Unidos, Oscilloscope.

Mobilizar justamente a imprensa internacional, que pode defender publicamente o filme e formar opinião junto aos votantes da Academia é o passo a ser dado agora. Sem contar que, com uma indicação ao Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro, as chances de Que Horas Ela Volta? só tendem a crescer.

A lista final dos indicados ao Oscar 2016 será divulgada em cerimônia oficial no dia 14 de janeiro.

Comentários

comentários