Casadentro

Direção: Joanna Lombardi Pollarolo
Com: Elide Brero, Grapa Paola, Delfina Paredes
Ponto de atenção: A estreia em longa-metragem da diretora Joanna Lombardi Pollarolo oferece uma rara chance do público olhar para a cinematografia peruana. A história gira em torno da senhora Pilar, que tem a rotina abalada com a chegada da família de uma das filhas.

Jauja

Direção: Lisandro Alonso
Com: Viggo Mortensen, Viilbjørk Malling Agger, Ghita Norby
Ponto de atenção: Co-produção globalizada entre oito países (a saber: Brasil, Argentina, EUA, México, Dinamarca, Alemanha, França e Holanda), dirigida por um argentino e com um astro internacional no elenco. Vem rodando o mundo ganhando elogios por onde passa, premiado inclusive na prestigiada mostra Un Certain Regard, em Cannes.

Minions

Direção: Pierre Coffin e Kyle Balda
Ponto de atenção: Adriana Esteves (a eterna Carminha) empresta a voz para a vilã da vez, Scarlett, na animação que conta a origem das criaturas que roubaram a cena em ‘Meu Malvado Favorito’. Promete intensificar a febre de produtos com estes simpáticos seres amarelos e arrastar muita criança, e consequentemente seus pais, para o cinema.

Muitos Homens Num Só

Direção: Mini Kerti
Com: Vladmir Brichta, Alice Braga, Caio Blat
Ponto de atenção: Num cenário cada vez mais diversificado de gêneros explorados pelo cinema brasileiro, este suspense de época é outra tentativa de ampliar o leque narrativo. Histórias de vigaristas sempre despertam interesse no público, e esta vem com o aval de 10 prêmios no festival Cine PE, de 2014.

O Gorila

Direção: José Eduardo Belmonte
Com: Otávio Müller, Alessandra Negrini, Mariana Ximenes
Ponto de atenção: Tem certamente um dos trailers mais instigantes do cinema nacional recente, assim como chama atenção sua premissa, tirada de um conto do escritor Sérgio Sant’Anna: um dublador que tem como hobby passar trotes eróticos se envolve numa misteriosa missão para evitar um suicídio.

O Último Poema do Rinoceronte

Direção: Bahman Ghobadi
Com: Behrouz Vossoughi, Monica Bellucci, Yilmaz Erdogan
Ponto de atenção: O cineasta iraniano de ‘Tempos de Cavalos Bêbados’ e ‘Tartarugas Podem Voar’ volta com a história do casal Sahel e Mina, separados durante a Revolução Islâmica. Além dos versos do poeta Sadegh Kamangar, que inspiraram a história, a fotografia é de um lirismo tocante, reconhecida em festivais internacionais como o de San Sebástian.

Rainha e País

Direção: John Boorman
Com: Callum Turner, Caleb Landry Jones, Pat Shortt
Ponto de atenção: Em 1987, Boorman lançava ‘Esperança e Glória’, filme de elementos autobiográficos que foi indicado a 5 Oscars. Quase trinta anos depois ele volta ao personagem Bill, seu alter-ego cinematográfico, para o que declarou ser o último filme de sua carreira. Se for, é uma despedida correta e bem clássica do diretor de obras como ‘Amargo Pesadelo’, ‘Excalibur’ e ‘O Alfaiate do Panamá’.

Vilanova Artigas: O Arquieteto e a Luz

Direção: Laura Artigas e Pedro Gorski
Ponto de atenção: Na semana que marca o centenário do arquiteto Vilanova Artigas, o documentário que tem entre os diretores sua neta, Laura, reverencia a importância do homem que projetou o prédio da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, na USP, o Estádio do Morumbi, entre outros marcos importantes dos estados de São Paulo e Paraná.

Virando a Página

Direção: Marc Lawrence
Com: Hugh Grant, Marisa Tomei, Allison Janney
Ponto de atenção: Depois de usar o mundo dos cantores como pano de fundo, em ‘Letra e Música’, Lawrence e Hugh Grant se voltam para outro lado da cultura pop, numa tentativa de repetir o truque. A crítica internacional não se animou muito, mas comédias românticas tem seu lugar cativo no coração do público.

Comentários

comentários