40mostra_peqFinalizada a maratona da 40ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, chegou a hora de escolher nossos favoritos.

Selecionamos dez longas que chamaram nossa atenção, a maioria deles com previsão de estreia no circuito comercial nos próximos meses. Veja a lista abaixo:

El Amparo
Grande vencedor do Troféu Bandeira Paulista, o prêmio máximo dado pelo Júri para cineastas em seus primeiros ou segundo longas. O filme de Rober Calzadilla é uma co-produção entre Venezuela e Colômbia que narra um evento dramático acontecido em 1988, na fronteira entre os dois países, quando um massacre acontece na região e dois humildes pescadores são acusados de fazerem parte da guerrilha. O longa tem sessão no sábado (5/11), às 21h, durante a repescagem, e não tem previsão de estreia no circuito, mas o reconhecimento na Mostra deve fazer com que isso aconteça.

Elle
Levado por uma atuação magnífica de Isabelle Huppert, o filme do sempre polêmico diretor holandês Paul Verhoeven é daqueles que permanecem incomodando e cutucando nossas convicções por muito tempo depois da sessão. A história acompanha uma mulher bem-sucedida cuja vida ganha contornos inesperados após ser vítima de um estupro em sua casa. Estreia nos cinemas dia 17 de novembro.

The Handmaiden
Famoso pela violência brutal da chamada “trilogia da vingança”, o sul-coreano Park Chan-Wook dá uma guinada em direção ao romance histórico, sem perder a maestria em criar atmosferas sombrias. O filme, eleito o preferido do público da Mostra entre as produções internacionais, é uma intricada história de golpes mirabolantes e o amor entre duas mulheres, durante a ocupação japonesa na Coreia do Sul, nos anos 1930. The Handmaiden passa na repescagem terça-feira (8/11), às 21h, e entra em cartaz no primeiro semestre de 2017.

Era o Hotel Cambridge
Documentário e ficção se misturam no merecidamente elogiado longa de Eliane Caffé, eleito o preferido do público entre os nacionais. Num Hotel emblemático e desativado, situado no centro de São Paulo, membros de grupos como MSTC (Movimento Sem Teto do Centro), GRIST (Grupo Refugiados e Imigrantes Sem Teto), além de atores como José Dumont, contam e encenam seus dramas e visões de mundo particulares. O filme tem uma sessão na repescagem marcada para terça (8/11), às 19h, e está previsto para chegar aos cinemas em fevereiro.

Martírio
Depois de fazer barulho no Festival de Brasília, o documentário de Vincent Carelli sobre a resistência dos índios guarani-kaiowá por suas terras sagradas no estado do Mato Grosso do Sul. também teve impacto grande na Mostra, onde foi eleito o melhor de sua categoria pelo público. O filme é atração da repescagem no domingo (6/11), às 16h30, e ainda não tem distribuição garantida no cinema, mas é necessário que chegue às pessoas

Depois da Tempestade
Historicamente um dos preferidos da Mostra, o japonês Hirokazu Kore-Eda voltou a levar um prêmio para casa, desta vez escolhido o melhor filme internacional pela crítica. O personagem principal é um escritor em decadência, que trabalha como detetive e, após a morte do pai, vê uma chance de reatar laços afetivos até então soltos. Atração da repescagem na segunda (7/11), às 20h15, e a partir de 17 de novembro nos cinemas.

Pitanga
Ao lado do cineasta Beto Brant, Camila Pitanga faz uma homenagem a seu pai, o lendário ator Antonio Pitanga, ícone do cinema novo e fundamental em trabalhos de mestres como Glauber Rocha, Cacá Diegues e Walter Lima Jr. Eleito o melhor filme nacional pela crítica, o documentário está na repescagem no domingo (6/11) às 21h30 e chega aos cinemas em 2017.

Animais Noturnos
Tom Ford volta a brilhar no cinema com seu segundo longa-metragem, um estudo amargo sobre a culpa disfarçado de suspense psicológico estrelado por Amy Adams e Jake Gyllenhaal. No centro da trama, uma mulher que é surpreendida pelo aparecimento do novo livro escrito pelo ex-marido e dedicado a ela, sem nenhum traço de romantismo. O filme chega aos cinemas dia 29 de dezembro.

O Apartamento
Diretor premiado mundialmente por A Separação (2011), o iraniano Asghar Farhadi volta a lançar o público em uma avalanche de dilemas morais, quando seu casal de protagonistas se vê no meio de um ato de violência e tem opiniões divergentes sobre como lidar com a situação. Premiado em Cannes pelo roteiro e ator principal (Shahab Hosseini), o filme está na repescagem sábado (5/11), às 18h30, e chega aos cinemas em 2017.

Morte em Sarajevo
Danis Tanovic coloca sua Bósnia-Herzegovina no divã, partindo do centenário do arquiduque Francisco Ferdinando, em 1914, para falar de uma nação ainda presa ao passado e sem resolver questões mais urgentes, representadas no caso por uma greve iminente de funcionários de um hotel que estão há dois meses sem receber salário. Os prêmios do filme em Berlim (Júri e Crítica), ainda não garantiram distribuição dele no Brasil, mas vale a pena ficar na torcida.

'Morte em Sarajevo'
‘Morte em Sarajevo’

Programação da Repescagem – Todas as sessões no Cinesesc, em São Paulo:

05/11/16 – Sábado

Sessão 1226 – 14:30

OPERAÇÃO FRANÇA (THE FRENCH CONNECTION), de William Friedkin (104′). EUA. Falado em inglês. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: 14 anos.

Sessão 1228 – 16:30

A MENINA SEM MÃOS (LA JEUNE FILLE SANS MAINS), de Sébastien Laudenbach (76′). FRANÇA. Falado em francês. Legendas em português. Indicado para: Livre.

Sessão 1229 – 18:30

O APARTAMENTO (FORUSHANDE), de Asghar Farhadi (125′). IRÃ, FRANÇA. Falado em persa. Legendas em português. Indicado para: 14 anos.

Sessão 1227 – 21:00

EL AMPARO (EL AMPARO), de Rober Calzadilla (99′). VENEZUELA. Falado em espanhol. Legendas em inglês. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: 12 anos.

06/11/16 – Domingo

Sessão 1230 – 14:30

INTRUSA (LA BALIA), de Marco Bellocchio (106′). ITÁLIA. Falado em italiano. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: 18 anos.

Sessão 1231 – 16:30

MARTÍRIO (MARTÍRIO), de Vincent Carelli (160′). BRASIL. Falado em português. Indicado para: 14 anos.

Sessão 1232 – 19:30

TRAMONTANE (TRAMONTANE), de Vatche Boulghourjian (105′). LÍBANO, FRANÇA. Falado em árabe. Legendas em inglês. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: Livre.

Sessão 1233 – 21:30

PITANGA (PITANGA), de Beto Brant, Camila Pitanga (113′). BRASIL. Falado em português. Indicado para: 12 anos.

07/11/16 – Segunda

Sessão 1234 – 14:30

CAMERAPERSON (CAMERAPERSON), de Kirsten Johnson (102′). EUA. Falado em inglês, bósnio, árabe, dari, haussá, fur. Legendas em inglês. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: 14 anos.

Sessão 1235 – 16:30

PERSONA (PERSONA), de Ingmar Bergman (85′). SUÉCIA. Falado em sueco. Legendas em inglês. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: 18 anos.

Sessão 1245 – 18:15

GAGA – O AMOR PELA DANÇA (MR. GAGA), de Tomer Heymann (100′). ISRAEL, SUÉCIA, ALEMANHA, HOLANDA. Falado em hebraico, inglês. Legendas em português. Indicado para: 12 anos.

Sessão 1236 – 20:15

DEPOIS DA TEMPESTADE (UMI YORI MO MADA FUKAKU), de Hirokazu Kore-eda (117′). JAPÃO. Falado em japonês. Legendas em português. Indicado para: 18 anos.

08/11/16 – Terça

Sessão 1239 – 14:30

SAMI BLOOD (SAMEBLOD), de Amanda Kernell (112′). SUÉCIA. Falado em sámi do sul, sueco. Legendas em inglês. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: 14 anos.

Sessão 1237 – 16:40

DIABO NO CORPO (IL DIAVOLO IN CORPO), de Marco Bellocchio (115′). ITÁLIA, FRANÇA. Falado em italiano. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: 18 anos.

Sessão 1238 – 19:00

ERA O HOTEL CAMBRIDGE (ERA O HOTEL CAMBRIDGE), de Eliane Caffé (93′). BRASIL, FRANÇA. Falado em português, francês, árabe, espanhol, lingala, inglês. Legendas em português. Indicado para: 12 anos.

Sessão 1240 – 21:00

THE HANDMAIDEN (AH-GA-SSI), de Park Chan-wook (145′). CORÉIA DO SUL. Falado em coreano, japonês. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: 18 anos.

09/11/16 – Quarta

Sessão 1241 – 14:30

GURUMBÉ. CANÇÕES DE SUA MEMÓRIA NEGRA (GURUMBÉ. CANCIONES DE TU MEMORIA NEGRA), de Miguel Ángel Rosales (72′). ESPANHA. Falado em espanhol, português. Legendas em inglês. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: Livre.

Sessão 1242 – 16:10

JUNCTION 48 (JUNCTION 48), de Udi Aloni (96′). ISRAEL, ALEMANHA, EUA. Falado em árabe, hebraico. Legendas em inglês. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: 16 anos.

Sessão 1243 – 18:10

MAAT (MAAT), de Saba Kazemi (92′). IRÃ. Falado em farsi. Legendas em inglês. Legendas eletrônicas em português. Indicado para: Livre.

Sessão 1244 – 20:10

LAVOURA ARCAICA (LAVOURA ARCAICA), de Luiz Fernando Carvalho (175′). BRASIL. Falado em português. Indicado para: 14 anos.

Comentários

comentários