40 Mostra de Cinema de São PauloApostas para FestivaisCinema

5 apostas latinas na Mostra Internacional de São Paulo

selomostra39O cinema latino-americano vive grande fase. Prova disso são os prêmios expressivos que levou nos três principais festivais do circuito mundial: o Caméra D’Or no Festival de Cannes (para o colombiano César Augusto Acevedo, de A Terra e a Sombra), o Leão de Ouro em Veneza (entregue ao venezuelano Lorenzo Vigas, por Desde Allá) e o Urso de Prata em Berlim para o chileno O Clube, de Pablo Larraín.

O último já estreou em algumas cidades brasileiras, enquanto os outros dois serão apresentados ao público daqui pela primeira vez durante a Mostra.

Além destes, destacamos mais três produções que têm tudo para agradar o público que gosta de ver o nosso continente bem representado na tela.
a terra e a sombra
A Terra e a Sombra
(Colômbia, Chile, Brasil, Holanda, França) Direção:César Augusto Acevedo

Alfonso é um velho fazendeiro que retorna à casa para cuidar do filho, que está gravemente doente. Ao chegar, redescobre o antigo lar, agora habitado por sua ex-mulher, a nora e o neto. O local parece uma terra abandonada. Grandes campos de cana de açúcar rodeiam o imóvel, criando permanentes nuvens cinzas. Dezessete anos depois de os ter desamparado, Alfonso tenta encontrar o seu lugar ali para, assim, poder salvar sua família. Ganhador do prêmio Caméra D’Or no Festival de Cannes, dado ao melhor filme de diretor estreante.

Quando: Domingo, 1º/11 – 18h na Cinesala

Terça, 3/11 – 14h no Cinearte 1

Desde Alla
Desde Allá
(Venezuela, México) Direção: Lorenzo Vigas

O rico Armando atrai jovens para sua casa com dinheiro. Ele não quer tocá-los, apenas observá-los de uma certa distância. Ele também segue um empresário mais velho com quem parece ter tido uma relação traumática. O primeiro encontro de Armando com Elder, líder de uma gangue de rua, é violento, mas isso não diminui sua fascinação pelo belo adolescente. Interesses financeiros fazem com que o rapaz o visite com regularidade e uma intimidade inesperada surge entre eles. Mas o passado de Armando é motivo de preocupação, e Elder empreende o último ato de afeição por ele. Vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza.

Quando: Quinta, 29/10 – 18h15 no Espaço Itaú de Cinema Augusta 1

Domingo, 1º/11 – 22h no Reserva Cultural 2

Terça, 3/11 – 22h no Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca 2

la memoria del agua
La Memoria Del Agua
(Chile, Espanha, Argentina, Alemanha) Direção: Matías Bize

Um momento de desatenção foi suficiente para mudar para sempre as vidas de Javier e Amanda. Um acidente que nenhum dos dois poderia ter evitado matou seu filho de quatro anos. A perda enfraqueceu o casamento, mas, quando uma segunda chance aparece, eles percebem que o passado que dividiram não pode ser esquecido.

Quando: Terça, 27/10 – 21h45 no Cine Caixa Belas Artes

Quarta, 28/10 – 18h10 no Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca 1

Quinta, 29/10 – 13h30 no Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca 2

Quarta, 4/11 – 16h40 no MIS

magallanes
Magallanes
(Peru, Colômbia, Argentina, Espanha) Direção: Salvador Del Solar

Certa tarde, Magallanes reconhece a passageira que sobe em seu táxi. É Celina, mulher que conheceu há mais de 20 anos em circunstâncias completamente diferentes. Em busca de redenção, ele fará tudo o que puder para ajudá-la a superar a difícil situação pela qual está passando. Magallanes não sabe, porém, que Celina prefere perder tudo a ser ajudada por ele. Vencedor do prêmio Cinema em Construção no Festival de San Sebastián.

Quando: Quarta, 28/10 – 19h50 no Espaço Itaú de Cinema Augusta 4

Sexta, 30/10 – 13h30 no Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca 6

Domingo, 1º/11 – 17h15 no Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca 3

Segunda, 2/11 – 22h no Cinearte 2

papeis ao vento
Papéis ao Vento – Uma Aposta Para Toda Vida
(Argentina) Direção: Juan Taratuto

Três amigos de infância —Fernando, Maurício e Russo— tentam superar a perda de outro amigo, “El Mono”, e garantir o futuro da filha dele. O desafio não é simples: eles devem recuperar um grande investimento feito por “El Mono” na compra de um jogador que era uma promessa do futebol, mas se mostrou péssimo. Como recuperar um investimento ruim? Como seguir com a amizade se os fracassos vão abrindo fissuras nas antigas lealdades? Baseado no livro homônimo de Eduardo Sacheri.

Quando: Quarta, 28/10 – 14h no Cinearte 1

Quinta, 29/10 – 19h no Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca 2

Domingo, 1º/11 – 20h30 no Cine Caixa Belas Artes

Terça, 3/11 – 22h15 no Reserva Cultural 2

Quarta, 4/11 – 18h15 no Espaço Itaú de Cinema Augusta 1

Comentários

comentários